Categoria: Textos TDAH

PESQUISA ADULTOS COM TDAH

Se você é adulto e já recebeu o diagnóstico de TDAH, venha participar de uma pesquisa que está construindo um teste de investigação dos prejuízos que os portadores vivenciam no trabalho, na faculdade, nos relacionamentos… É preciso responder algumas questões de múltipla escolha, é bem rápido. A sua colaboração é muito importante!!! É só entrar no link:https://pt.surveymonkey.com/s/7865VYG Saiba mais Título da Pesquisa: Construção de uma escala para avaliação dos prejuízos no funcionamento global em adultos com o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade Pesquisador: Elizabeth do NascimentoInstituição Proponente: Universidade Federal De Minas GeraisPatrocinador Principal: Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa Apresentação do Projeto:O TDAH envolve...

Leia Mais

O TDAH também afeta gente grande

10 super dicas para você gerenciar os sintomas do TDAH na vida adulta   Ao contrário do que muita gente pensa, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade ou TDAH ainda é um transtorno pouco conhecido e subdiagnosticado em nosso meio, não raro sendo motivo de controvérsias por parte de pessoas leigas, principalmente quando se trata de um indivíduo adulto. Fato lastimável, uma vez que os estudos científicos mostram que o transtorno evolui com sintomas ao longo da vida numa prevalência de aproximadamente 4% da população mundial. No Brasil, cerca de 2.000.000 de brasileiros adultos sofrem os sintomas do TDAH, em grande parte pelo não reconhecimento do transtorno, o que impede o seu diagnóstico e tratamento corretos. O TDAH é uma condição que pode ser grave e que se caracteriza por um padrão crônico e persistente de comprometimento, cujos sintomas cardinais são os de desatenção, hiperatividade e ou impulsividade. Pode afetar seriamente a qualidade de vida do indivíduo em todos os setores seja na esfera afetiva, social, laborativa, acadêmica ou profissional. A maioria cursa com quadros variáveis de disfunção executiva, como dificuldade de se organizar, planejar, administrar o tempo, lembrar de datas e compromissos importantes, entre outros. É comum que eles se sintam limitados, não conseguindo desenvolver todo o seu potencial, fato que costuma desencadear baixa autoestima e sentimentos de minusvalia, insegurança, impotência, incompetência e fracasso precoce. Igualmente, outras condições como...

Leia Mais

Relação professor, escola, aluno e família. A educação unida para o sucesso!

Relação professor, escola, aluno e família. A educação unida para o sucesso! “Essa pessoa que o professor descreve, parece não ser o meu filho!”; “Deve ser culpa da aula, que não é interessante, porque minha filha se concentra por bastante tempo, nos seus jogos de computador…” Possivelmente, boa parte dos pais de crianças e adolescentes com TDAH, já pensou assim. Também, questionou a Escola e os professores, acerca de suas observações em relação ao filho. Não importa se esses questionamentos ocorrem antes, durante ou depois do diagnóstico do TDAH, porém eles são recorrentes! Mas, por que isso acontece? Simples…é o fato de ser na Escola, que o TDAH mais se manifesta. Culpa da Escola? Culpa do professor? Culpa do sistema educacional brasileiro? Na maioria das vezes, não! O que acontece é que o espaço escolar, é o palco de uma das primeiras experiências sociais do individuo, é o cenário onde ele aprende a exercer suas habilidades, seus valores, seus modelos de comportamento, e por vezes a demonstrar algumas dificuldades. É aí que entra o papel do Professor. O Professor é um dos grandes observadores de nossas crianças, é quem as conhece como poucos, pois consegue manter o olhar individual, mesmo em meio a uma “multidão”. Diferente de outros profissionais, ele é um dos poucos que enxerga a criança e o adolescente em sua rotina, na realidade em que ele...

Leia Mais

TDAH no adulto – algumas estratégias para o dia a dia

Com as informações que dispomos hoje, sabemos que o TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade – é um distúrbio neurobiológico reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e que pode ser observado desde a infância e a adolescência, principalmente em idade escolar. Porém, o que muitas pessoas desconhecem é que o TDAH pode também persistir na vida adulta da pessoa. Descuido nas atividades, falta de organização, dificuldade em manter a concentração e atenção, inquietude e hiperatividade são apenas alguns dos sintomas típicos do adulto com TDAH. O TDAH não está ligado a fatores culturais ou conflitos...

Leia Mais

TDAH no Trabalho – Algumas dicas

TDAH no Trabalho Algumas Estratégias   Ainda que não existam soluções mágicas, é importante buscar algumas estratégias que possam ajudar a melhorar sua performance no trabalho. Seguem abaixo algumas dicas:   Identifique o horário em que você consegue focar melhor. Use esse tempo para as tarefas mais difíceis e/ou trabalhosas. Não tente desempenhar tarefas quando você está com sono ou cansado. Todo mundo sabe identificar qual é o melhor momento para desempenhar tarefas mais complexas. Caso tenha flexibilidade de horário em sua empresa, avalie a possibilidade de iniciar o expediente mais cedo ou sair mais tarde, quando a maioria dos funcionários não está na empresa, facilitando assim, a sua concentração nas tarefas a serem executadas. Use chat/Messenger sempre que possível. Algumas empresas perceberam que o uso de chats/messengers para escrever relatórios tem se mostrado mais produtivo. Use um cronômetro (timer). Uma peça valiosa para qualquer pessoa com TDAH, o cronômetro ajuda a definir/limitar o tempo de cada tarefa. Por exemplo, estipule 15 minutos para concluir determinada tarefa. Tenha sempre à mão objetos que ajudam a relaxar e que possa utilizar entre uma tarefa e outra, como por exemplo, bolas para massagear, etc. Cadeira confortável, objetos diferentes e estimulantes podem ajudar na sensação de tédio que algumas pessoas sentem entre as atividades.   Saia para caminhar por alguns minutos caso você esteja com dificuldades para se concentrar. Diante de atividades...

Leia Mais

TDAH e Escolas.

TDAH e Escolas Antes de qualquer coisa, os professores devem fazer uma avaliação dos pontos abaixo: Qual é a dificuldade mais importante do aluno com TDAH? O que mais atrapalha no desempenho escolar daquele aluno? Ao conseguir responder essas perguntas, o professor cria melhores condições para traçar as estratégias que aplicará em sala de aula. Quando se conhece aquilo que de fato tem atrapalhado o bom desempenho de um determinado aluno fica mais fácil pensar em solução viáveis e eficazes. Depois disso, o segundo passo importante é saber distinguir o que a pessoa com TDAH é capaz de fazer do que ele não é (principalmente ao lidar com comportamentos disruptivos) e assim não criar expectativas irreais. Talvez essa seja uma das partes mais difíceis, mas não desanime, observar o aluno e estudar sobre o TDAH são as melhores formas de se preparar para fazer essa ditanção sobre o que é sintoma e/ou consequencia do transtorno daquilo que não é. Nesse sentido, cuidado para não repreender o tempo todo: sintomas primários NÃO podem ser punidos! Recompensar progressos sucessivos ao invés de esperar pelo comportamento perfeito! Essa é uma dica de ouro! Independente de ser alguem com TDAH, essa dica deve valer para todos e para todo processo de mudança importante. Para o TDAH é ainda mais válido porque tem mais dificuldade em lidar com recompensas a longo prazo. Não deixar flutuações...

Leia Mais

GRUPOS DE APOIO

NO MUNDO DA LUA

Newsletter

Pin It on Pinterest